ze gotinha site casa ze gotinha grande interna

Desde o início do enfrentamento da pandemia no Brasil, como um dos pilares na estratégia de combate ao vírus Sars-CoV-2, a Fiocruz tem feito parte das diversas frentes nacionais e internacionais de busca e produção de vacina contra a Covid-19. Com uma longa trajetória e tradição de mais de 100 anos na produção de vacinas, a Fundação tem se empenhado nesse campo, em conjunto com o Ministério da Saúde (MS), reforçando a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro como a base de sustentação do desenvolvimento, da produção e distribuição nacional de vacinas para a enfermidade. No campo da produção de vacinas para Covid-19, a principal aposta da Fiocruz é o acordo com a biofarmacêutica AstraZeneca, que viabilizou a produção, no Brasil, da vacina Covid-19 (recombinante), imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford. O acordo do governo brasileiro com o Reino Unido foi anunciado ainda em 2020, pelo Ministério da Saúde, e foi consolidado em setembro do mesmo ano, com a assinatura do acordo de Encomenda Tecológica, visando também a transferencia de tecnologia para a produção da vacina de forma 100% nacional, que teve o contrato assinado em junho de 2021. 

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) anunciou, em 8 de março de 2021, o início da produção em larga escala da vacina Covid-19 e, desde então, tem feito entregas regulares do imunizante ao PNI. Em dezembro de 2021, Bio-Manguinhos ultrapassou a marca de 153 milhões de doses entregues a partir de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) importado. 

A Fiocruz também entregou, entre janeiro e fevereiro de 2021, 4 milhões de doses prontas da vacina Covid-19 importadas do Instituto Serum, da Índia.

Vacina nacional

A Fundação Oswaldo Cruz, por meio de Bio-Manguinhos, disponibilizou, em fevereiro de 2022, para o Ministério da Saúde (MS), as primeiras 550 doses da vacina Covid-19 (recombinante) produzidas com o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) nacional. Atualmente, o Instituo conta com 35,2  doses de IFA nacional em diferentes etságios de produção. Os imunizantes estão sendo entregues conforme cronograma pactuado e demanda estabelecida pela pasta.  

O acordo entre a Fiocruz e o Reino Unido viabilizou a produção totalmente nacional com a transferência total de tecnologia da vacina Covid-19 (recombinante), obtendo a autonomia nacional. O contrato de Transferência de Tecnologia da vacina Covid-19 foi assinado, em Brasília, em junho de 2021, formalizando o repasse do conhecimento que já vinha sendo feito pelo parceiro tecnológico, a fim de agilizar a produção do IFA nas instalações de Bio-Manguinhos/Fiocruz.

No dia 7 de janeiro de 2022, a Fiocruz recebeu parecer favorável da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para alteração no registro da vacina Covid-19 (recombinante), que solicitou a inclusão da Fundação também como produtora do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). Após a transferência de tecnologia da AstraZeneca e com o deferimento da Anvisa, a Fundação passa a ser a primeira instituição do país capacitada a produzir e distribuir uma vacina Covid-19 100% nacional ao Ministério da Saúde.

A produção de uma vacina 100% nacional trata-se de um processo de transferência de tecnologia em tempo recorde, já qie a conclusão de transferências de tecnologias em imunobiológicos costuma levar cerca de 10 anos. Com a vacina Fiocruz Covid-19, Bio-Manguinhos concluiu a incorporação da tecnologia em apenas um ano, em atendimento à emergência sanitária.

 

Texto atualizado em 31/3/2022

Imagens de processamento final


Imagens da produção do IFA nacional da vacina COVID-19


Você sabia?

O gráfico abaixo explica a produção da vacina desde o IFA até o controle de qualidade.

pdf icon relClique na imagem para ampliar ou no botão para visualizar o PDF.

Esclareça suas dúvidas

banner perguntas repsostas vacina covid 19

Documentos para consulta

Consulte abaixo a documentação:

pdf icon relClique nos botões abaixo das imagens para baixar os arquivos

Contrato de Transferência de Tecnologia

Baixe aqui o PDF

Contrato de encomenda
tecnológica da vacina covid-19

Baixe aqui o PDF

Aspectos técnicos e o processo de registro da vacina covid-19

Baixe aqui o PDF

Produção, distribuição e transferência de tecnologia

Baixe aqui o PDF

Justificativa da
Encomenda Tecnológica

Baixe aqui o PDF

Eficácia, efetividade e variantes do vírus

Baixe aqui o PDF

Monitoramento-farmacovigilância

Baixe aqui o PDF

Produção de vacinas em Bio-Manguinhos

Baixe aqui o PDF

Cronograma

Confira abaixo o cronograma da vacina:

A partir do recebimento de insumos, a Fiocruz entregou ao PNI/MS:

2021

153,2 milhões de doses entregues

 

2022

Até final de maio: 35,9 milhões de doses entregues



Alerta de cookies

Este site armazena dados temporariamente para melhorar a experiência de navegação de seus usuários. Ao continuar você concorda com a nossa política de uso de cookies.

Saiba mais sobre nossa Política de Privacidade clicando no botão ao lado.