Brasileiros do lado de lá


As experiências adquiridas vão muito além do desenvolvimento da vacina. É o que afirma Darcy Akemi Hokama, chefe do Departamento de Controle da Qualidade (Dequa). Ela estagiava no Instituto Biológico, ligado a Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo , quando participou do processo seletivo para ingressar em Bio-Manguinhos. Devido a sua experiência com ovos spf, viajou para o Japão, em 1981, para aprimorar seus conhecimentos em Controle de Qualidade. Após dois meses de adaptação em Kanonji, ficou mais quatro em treinamento. “Foi uma experiência enriquecedora: o convívio, as informações sobre controle de qualidade e toda a troca cultural”, destaca.

sarampo-2

 Darcy Akemi Hokama, ao lado da equipe  de pesquisadores do Biken participando de campanha em Petrópolis 
Imagem: Acervo Pessoal /Mariza Lima

Aprender e compartilhar

Após terminar a estadia no Japão, Darcy recebeu um telefonema de Akira Homma pedindo para que viesse para Bio, acompanhada de UM perito japonês. “Foi uma despedida muito triste, pois convivemos seis meses diariamente. Depois disso, vieram especialistas de várias áreas: produção, liofilização, controle da qualidade. Durante os quatro anos previstos para o acordo, 20 peritos passaram por aqui, o último foi embora em 1996”, detalha.

Devido a experiência adquirida neste trabalho de parceria, os profissionais de Bio-Manguinhos passaram a ministrar na unidade o Curso Internacional de Controle da Qualidade da Vacina contra Sarampo, visando contribuir com o controle da doença na América Latina e África. O curso era parte do Programa de Treinamento dos Países Terceiros (TCTP), em parceria com a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o Jica e o Instituto Biken.

 

darcy-mariza-lima

Darcy Akemi e Mariza Lima no Laboratório de Produção

Imagem: Acervo Pessoal /Mariza Lima

 

Segundo informações contidas na apostila TCTP (1989), no âmbito deste projeto, Bio-Manguinhos organizou, entre os anos de 1982 e 1992, 5 cursos sobre controle de qualidade da vacina sarampo, resultando na preparação de 44 profissionais de 13 países latino-americanos. Um dos profissionais treinados pelos colaboradores de Bio-Manguinhos foi Nora Delepiane, que atualmente compõe os quadros da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

jica-TCTP

Apostila do curso TCTP - 1989

Acervo: Arquivo Intermediário de Bio-Manguinhos