obraEm Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, o Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde (CIBS) avançou consideravelmente. Esse ano foram iniciados os serviços de estaqueamento e a última fase da terraplenagem.

Outra boa notícia é que a ligação da adutora de água da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), da Rodovia BR-101 até o CIBS, já foi concluída. “Isso tem grande importância, pois significa que a alimentação definitiva de água para o empreendimento já está garantida”, afirma o gerente do projeto Novo Centro de Processamento Final (NCPFI), Maurício Zuma.

 

obras CIBS interna

Obras do empreendimento tiveram avanços em 2016. Imagem: Divulgação



Ele destaca que a equipe se concentra, agora, em buscar potenciais investidores para as obras, trabalho que está sendo feito em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). “O projeto executivo está nos últimos detalhes, próximo de ser concluído”, complementa Zuma.


Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde (CIBS)

O empreendimento, que ficará em um campus de 580 mil m2, permitirá ampliar a oferta de imunobiológicos e a produção de vacinas e biofármacos, reforçando o papel de Bio no Complexo Industrial da Saúde do país. A previsão de término das obras é 2019. O projeto está orçado em R$ 3,4 bilhões. 

 

Jornalista: Isabela Pimentel

 

Leia mais:

arrow-2 Conheça o campus Santa Cruz (RJ)