transfusoes interna bolsa sangue

A Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados (CGSH) do Ministério da Saúde, comprometida com a missão de elaborar políticas que promovam o acesso da população à atenção hematológica e hemoterápica de forma segura e com qualidade, tem em Bio-Manguinhos um parceiro estratégico na manutenção da segurança transfusional na hemorrede brasileira.

O Teste NAT HIV/HCV/HBV de Bio-Manguinhos complementa os testes sorológicos oferecidos nos 14 hemocentros do país, ampliando a segurança transfusional. Este teste molecular utiliza uma plataforma automatizada com grande capacidade de processamento que permite analisar, ao mesmo tempo, até 552 bolsas de sangue por rotina, com alta rastreabilidade e sensibilidade para detecção do HIV (vírus da aids) e HCV (vírus da hepatite C). Desta forma, é possível detectar agentes patogênicos transmissíveis por transfusão sanguínea em períodos menores do que testes convencionais hoje utilizados nos hemocentros. O objetivo é analisar até 3,5 milhões de bolsas de sangue anualmente, cobrindo integralmente a hemorrede pública brasileira.