bio-fiocruz-cipbr-destaqueCom o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos e da Secretaria de Vigilância em Saúde e recursos do Fundo Tecnológico do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Funtec/BNDES), Bio-Manguinhos está erguendo um dos pilares do Brasil na área de inovação e desenvolvimento tecnológico: o Centro Integrado de Protótipos, Biofármacos e Reativos para Diagnósticos (CIPBR). Na área, serão produzidos insumos como os biofármacos alfaepoetina humana recombinante (indicada contra anemia grave e outras doenças) e o antiviral alfainterferona 2b humana recombinante, além de reativos para diagnóstico laboratorial de diferentes doenças.

O novo centro faz parte da política estratégica nacional de desenvolvimento em saúde. Reúne na mesma construção – de forma inédita – a planta de protótipos para que novas vacinas e biofármacos sejam desenvolvidos e a produção de biofármacos e reativos para diagnóstico. Essa concepção integrada possibilitará melhor relacionamento entre as várias atividades, além da racionalização das operações e da manutenção técnica, acarretando redução destes custos. O CIPBR permitirá ainda a produção de lotes experimentais em condições de Boas Práticas de Fabricação (BPF) e com qualidade assegurada para uso em estudos clínicos.

Atualmente os reativos são produzidos nos Pavilhões Rockefeller e Rocha Lima. Já a área de biofármacos será totalmente nova. A grande novidade é a área de protótipos, inédita na América Latina. A expectativa é que o novo centro seja entregue para iniciar as atividades em 2014. Para ocupar a área de 16.000 m2 serão contratados cerca de 300 profissionais.

 

arrow-2arrow-2 voltar à pagina inicial