2o-sact-100x100Nesta semana, o auditório do Museu da Vida, na Fiocruz, recebe o II Seminário Científico e Tecnológico em Imunobiológicos de Bio-Manguinhos. Em sua segunda edição, o evento visa incentivar e motivar pesquisadores de instituições nacionais e internacionais, em especial os da Fiocruz e de Bio, para a inovação e o desenvolvimento tecnológico de vacinas, reativos para diagnóstico laboratorial e biofármacos.


Foram selecionados para exposição 58 trabalhos, dos quais 24 terão apresentação oral. Inéditos, esses estudos concorrem a seis prêmios, em duas faixas de seleção: neste ano, a disputa de Jovem Talento Científico, para pesquisadores com até 26 anos de idade, premia três trabalhos).

Além dos trabalhos, os 400 inscritos para assistir ao evento, 50 a mais que o público da edição de 2013.

 

Destaque internacional

Entre os destaques da programação (que você pode conferir aqui), está a apresentação Novas fronteiras da Vacinologia, tema que será abordado por Ralf Clemens, vice-presidente Sênior da Takeda Vaccines e conselheiro independente da Fundação Bill & Melinda Gates. Clemens liderou o desenvolvimento global de mais de 25 vacinas na GSK e Novartis - e também foi membro do International Vaccine Institute.

 

sact

Mesa de abertura da primeira edição do evento apresentou objetivos do evento

desafiosna área de imunobiológicos - Imagem: Ascom/Bio-Manguinhos



Desafios para o mercado e a saúde

O SACT trará ainda representantes da indústria brasileira. Presidente da Cristália, Ogari Pacheco falará sobre Desafios, estratégias e perspectivas para as Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo & mercado de Biofármacos no Brasil.

Já o diretor da Diagnósticos América (Dasa) apresentará o tema Desafios, estratégias e perspectivas para as Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo & mercado para reativos para diagnóstico laboratorial no Brasil.

Além do setor industrial, pesquisadores farão um balanço sobre os avanços obtidos no país nesses temas. Pesquisador do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Martin Bonamino debaterá Desenvolvimento de Biofármacos para área de oncologia no Brasil: avanços da biotecnologia; e o médico do Centro de Hemoterapia e Hematologia de Santa Catarina (Hemosc) Guilherme Genovez Desenvolvimento tecnológico, produção e suprimento de kits nacionais no Brasil: histórico e lições aprendidas na implementação do NAT.

 

Jornalista: Paulo Schueler

 

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2