indio-100x100O Ministério da Saúde deu início no dia 30 de abril ao Mês de Vacinação dos Povos Indígenas 2014. A ação se estenderá até o dia 29 de maio e tem como objetivo reforçar a imunização dessas populações, alcançando aldeias, áreas de difícil acesso e com baixa cobertura vacinal. Serão oferecidas 249 mil doses contra diversas doenças, como hepatite B, poliomielite, difteria, tétano, coqueluche, meningite, gripe, caxumba, febre amarela, entre outras, sendo a maioria produzida por Bio-Manguinhos/Fiocruz.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, destaca a importância do deslocamento das equipes de saúde até as reservas para alcançar populações que vivem de forma dispersa em aldeias de difícil acesso. “Este é um mês intensivo para aumentar a cobertura de todo o calendário vacinal e garantir a imunização dos povos indígenas, em especial os que estão localizados em áreas longínquas. A medida ajuda na prevenção de doenças que podem ser evitadas, contribuindo para a promoção da saúde desses povos”, explica Chioro.

Na abertura da campanha no Polo-Base do município de Pesqueira (PE), o secretário Especial de Saúde Indígena, Antônio Alves, fez um chamado para que a população indígena participe da ação. “A imunização é um ato de amor. Eu convido a todos para se vacinarem, principalmente os pais, para que levem suas crianças e as protejam. Quanto menos doenças, melhor a vida da gente”, ressaltou o secretário.

 

indio 430x285

A meta é atingir 180 mil pessoas de 305 etnias em 1.144 aldeias.

Imagem: Karina Zambrana - ASCOM/MS

 

As vacinas serão oferecidas para a população indígena aldeada dos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) existentes em 18 estados. A meta é atingir 180 mil pessoas de 305 etnias em 1.144 aldeias. O foco da vacinação será dado aos grupos mais vulneráveis: crianças menores de cinco anos, mulheres em idade fértil e idosos. O Ministério da Saúde está investindo mais de R$ 5 milhões entre aquisição de insumos e imunobiológicos, logística e transporte para a ação.

Para garantir a multivacinação, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) realizará uma ampla operação, com o envolvimento de 3,7 mil agentes indígenas de saúde e de saneamento. A logística dessa vacinação é diferenciada, levando em consideração as especificidades dessa população e as necessidades de transporte das equipes e insumos até as aldeias, seja por carro, barco, helicóptero ou avião.

O Mês de Vacinação dos Povos Indígenas teve início em 2005 e faz parte da Semana de Vacinação nas Américas, liderada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). No Brasil, a ação acontece no mesmo período da campanha de vacinação contra a gripe, realizada nos meses de abril e maio. Na mobilização do ano passado, foram aplicadas 178.076 doses de vacina em 134.931 indígenas residentes em 1.074 aldeias. Com os esforços das equipes de saúde indígena, a campanha de vacinação contra gripe de 2013 imunizou 81,80% da população acima de seis meses em 34 DSEIs.

 

Confira aqui o calendário para a população indígena.

 

Fonte: Amanda Mendes (Agência Saúde) com informações da Ascom/Bio-Manguinhos

   

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2