obra-santa-cruz-sondagemDepois de fincadas as estacas e realizadas as provas de carga, o trabalho de sondagens para conhecimento do terreno e obtenção dos dados que permitirão efetuar o cálculo das fundações do Novo Centro de Processamento Final de Bio-Manguinhos (NCPFI) estão sendo concluídos. O coordenador do projeto, o engenheiro Josmar Almeida, lembrou as origens do processo, que teve início com a realização de um levantamento topográfico da área, seguido pela execução de 60 pontos de sondagem preliminar no solo, fase concluída no segundo semestre de 2012.

Desde o início deste ano, foram executados 240 pontos de sondagens, atendendo às exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O coordenador de gestão do projeto, Fernando Pina, explica que os dados obtidos após esta etapa ajudarão o calculista a definir o tipo de fundação ideal para o terreno.

Também foram realizadas provas de carga (estática e dinâmica) em três pontos, com estacas especialmente cravadas para essa finalidade. “Estas provas de carga foram realizadas com sucesso, e forneceram informações importantes para a definição do tipo de estacas e cálculo das fundações para as edificações prediais do NCPFI”, concluiu o coordenador do projeto.

 

santa-cruz-sondagem-430x285

 Cravação de estacas e testes de carga em Santa Cruz - Imagem: Projeto NCPFI

 

Sobre o empreendimento 

Ocupando uma área de 580 mil m², o Novo Centro de Processamento Final Integrado (NCPFI) vai produzir de 100 a 120 milhões de vacinas e biofármacos por ano. O projeto contempla a definição do Plano Diretor do Campus de Santa Cruz e embute um conceito de flexibilidade, possibilitando a ampliação dos prédios que estão sendo projetados e reservando espaços para construção de novos, seja para outras linhas de produção ou para áreas de utilidades, apoio e serviço.

 

 

Jornalista: Isabela Pimentel

  

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2