Fortaleza (CE) foi palco do Encontro sobre Tendências Tecnológicas em Plataformas Vegetais, evento organizado por Bio nos dias 21 e 22 de novembro e que em sua abertura contou com as presenças do governador do Ceará, Cid Gomes; do secretário de Saúde cearense, Ciro Gomes; do presidente da Assembleia Legislativa do estado, José Albuquerque; do prefeito de Eusébio (CE), José Arimateia Lima Barros Júnior; do secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (SCT&IE/MS), Carlos Gadelha; do presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha; e do diretor de Bio-Manguinhos, Artur Couto.

Cid Gomes destacou a construção do Centro tecnológico de Plataformas Vegetais de Bio-Manguinhos no Polo Industrial e Tecnológico da Saúde no município de Eusébio (CE). Para ele, a instalação do novo centro de Bio-Manguinhos/Fiocruz no estado “é o projeto mais importante para o Ceará nos próximos 30 anos. Comparável ao que foi a criação da usina siderúrgica em Volta Redonda, no final da década de 1940”.

Para o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, este centro levará o Ceará a um novo patamar de desenvolvimento. “O processo de descentralização da Fundação tem como uma das metas ajudar a alavancar as instituições dos estados, em uma parceria científica e tecnológica em favor da saúde da população. Bio-Manguinhos será, no Ceará, a ponta de lança desse movimento de transformação”, disse Gadelha.

Já o diretor de Bio, Artur Couto, ressaltou a expansão da capacidade industrial e tecnológica do Instituto em novas plataformas. “O novo centro ajudará Bio-Manguinhos a cumprir seu papel de fortalecer o SUS além de ofertar mais e novos medicamentos para a população, coroando nosso esforço de inovação”, ressaltou.

 

imagem-interna-bd 201311268249

Evento reuniu especialistas para debater produção de imunobiológicos em plataformas 

vegetais - Imagem: Assessoria de Comunicação / Bio-Manguinhos

 

A inovação nas plataformas vegetais

A gerente de Implantação do Centro Tecnológico de Plataformas Vegetais de Bio-Manguinhos no Ceará, Beatriz Fialho, destacou a presença e participação de pesquisadores como Julian Ma no Encontro e também dos demais palestrantes nacionais e internacionais. Responsável pelo Departamento de Imunologia Molecular do Hospital Médico Saint George, Ma desenvolveu a primeira descrição de um anticorpo monoclonal expresso em plantas e suas aplicações clínicas em imunoterapia humana contra a cárie dentária. “Foi uma ótima oportunidade de trocarmos informações sobre o ‘estado da arte’ nessa plataforma”.
 
A apresentação de Julian Ma - e as dos demais palestrantes - pode ser conferida no hot site do evento. Confira também as fotos do Encontro. 

Já a gerente do Projeto Febre Amarela Subunitária, Rosane Cuber Guimarães, ressaltou o status que o Instituto atingiu acerca do tema. "Esse encontro demonstrou para a comunidade científica nacional e internacional presentes que Bio-Manguinhos é um ator importante no cenário das tecnologias em plataformas vegetais”, afirmou.

  

Jornalista: Paulo Schueler

  

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2