visita-oms-430x285

Gestores da Fiocruz recebem a delegação da OMS e Opas - Imagem: Peter Ilicciev

 

No encontro, que teve a presença de gestores de Bio-Manguinhos, a delegação da OMS mostrou interesse no Complexo Industrial da Saúde e na atual política de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e de inovação brasileira. A ideia seria tomá-los como modelo a ser proposto a outros países. "O Brasil é um exemplo único no mundo que optou pelo caminho de juntar a saúde com desenvolvimento e trabalhar o SUS junto com o sistema de ciência, tecnologia e inovação. Isso fez com que eles percebessem que devem acompanhar o Brasil mais de perto", afirmou o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Jorge Bermudez.

 

A delegação também quis conhecer mais detalhes sobre o funcionamento das Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) da Fiocruz. Das 87 PDPs que o Ministério da Saúde vem implementando no Brasil, 36 são da Fundação, que atualmente é a instituição pública mais envolvida neste tipo de parcerias no país.

 

Para o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, o encontro rendeu bons frutos, pois trouxe representantes de uma instituição importante como a OMS e a Opas e de áreas distintas das mesmas. "O encontro foi muito rico, tanto de aprendizado da nossa parte quanto dos representantes da OMS e Opas, que puderem conhecer melhor a Fiocruz e ter um diálogo mais estreito e uma troca de ideias com diversas esferas da Fundação em campos que são sempre complementares", concluiu.


Fonte: CCS/Fiocruz

 

 

Jornalista: Rodrigo Pereira

 

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2