Em sua primeira edição, o evento reunirá pesquisadores, profissionais e estudantes das principais entidades de saúde do país. O panorama nacional do desenvolvimento de vacinas e da vacinação, as tendências tecnológicas para produção de reativos para diagnóstico laboratorial e biofármacos serão alguns dos temas abordados no Seminário, que reunirá representantes do Ministério da Saúde, das Secretarias de Saúde do Rio de Janeiro e São Paulo, pesquisadores de institutos de pesquisa e universidades de referência e de unidades da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A inovação tecnológica aplicada à biotecnologia, o papel das parcerias público-privadas e a integração das atividades da Fiocruz no contexto do Complexo Industrial da saúde também serão debatidos. Tem presença confirmada no evento o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, o Secretário Nacional de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Carlos Gadelha, a Coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Carla Domingues, o Diretor do Departamento de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Claudio Maierovitch, dentre outros representantes de empresas do setor público e privado.

Os pôsteres escolhidos pela Comissão Científica serão expostos em uma área especial e 18 deles selecionados para serem apresentados oralmente. Os três melhores concorrerão aos Prêmios Oswaldo Cruz (1º lugar), Carlos Chagas (2º lugar) e Alcides Godoy (3º lugar). Também será oferecido o Prêmio Evandro Chagas ao melhor trabalho de Jovem Talento Científico e Tecnológico (até 26 anos de idade).

 

Jornalista: Isabela Pimentel

 

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2