sipatico-100x100Com o tema “Segurança é um ato de conscientização”, a 13° Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat)  começou suas atividades segunda-feira (17). Quem abriu o evento foi a  vice-diretora de Gestão e Mercado, Cristiane Frensch, convidando cada colaborador a aproveitar ao máximo o que foi planejado. O diretor de Bio-Manguinhos, Artur Couto, ressaltou que apesar de a unidade apresentar índices positivos no que diz respeito aos acidentes de trabalho,  é necessária mais atenção no dia a dia. “Este trabalho de conscientização requer uma atuação ativa das chefias, para que as atividades não sejam desempenhadas sem treinamento. Temos que trabalhar cada dia mais para reduzir os acidentes”, frisou.

Vinicius da Silva Pires, chefe da Assessoria de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente (Aestm), afirmou que em 2013, ocorreram somente 11 acidentes. “Com base nisso, vamos continuar a manter os diálogos diários de segurança para a área de produção. Hoje, as causas de acidente têm sido quedas na circulação e trajeto”, comentou. Já Jeter Isaac Araujo Pinto, presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa/Nova Rio), enfatizou que o setor está fazendo um trabalho de prevenção e conscientização junto aos chefes e colaboradores. “Já concluímos 80% dos mapas estratégicos das áreas”, informou.

 

sipat-mesa-430x285

A 13ª Sipat de Bio começou suas atividades nesta segunda-feira (17)
Imagem: Ascom / Bio-Manguinhos

A programação do primeiro dia, além da abertura, contou com a palestra A importância do uso dos EPIs: prevenir é melhor que remediar, ministrada pelo engenheiro e coordenador de segurança da Merck, Waldyr Guimarães. O engenheiro destacou que a segurança do trabalho visa preservar a integridade física e moral dos colaboradores.  “Cerca de 95% dos acidentes de trabalho são por causa humana, apenas 5% são falhas.  Atualmente, as empresas brasileiras gastam cerca de 9% de sua folha de pagamento com acidentes de trabalho, em média, 71 bilhões de reais. Não deixe o hábito de pensar que sabe tudo te cause acidentes.  Expor a vida dos outros a condição que acarretem  acidente tem consequências penais”, opinou.

Na sequência, o grupo Atitude com Arte apresentou a peça  Como gerenciar o estresse no dia a dia. Quem comandou a mostra foi o especialista em gestão de pessoas, Nick Maciel. Contando com a presença de ilustres convidados, dentre eles, Charles Chaplin e Marilyn Monroe, a peça mostrou como o estresse pode ter consequências negativas no cotidiano (falta de disposição, perda da qualidade de vida), ressaltando a importância da adoção de hábitos saudáveis para o desempenho das atividades profissionais de maneira adequada.

 

Prevenção contra as DSTs

A palestra Entendendo as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) foi ministrada ontem por Cláudia Lessa, especialista em Ginecologia há 10 anos e que atua na Seção de Medicina do Trabalho. O evento lotou o auditório do Pavilhão Rocha Lima no segundo dia de atividades. O foco foi a prevenção das DSTs mais comuns - sífilis, HIV, HPV e gonorreia - através do uso de camisinhas femininas ou masculinas em todo ato sexual. "É sempre importante apresentar cada doença. Se transar sem camisinha e aparecer algum sintoma, é preciso procurar um médico o quanto antes. O atendimento e tratamento são gratuitos e oferecidos pelo SUS", alertou a especialista.

 

Como manusear e armazenar produtos químicos

No terceiro dia, o especialista em solventes da Merck, Daniel Santos, apresentou os fatores de riscos ocupacionais mais frequentes, como evita-los nos laboratórios e a importância do uso dos EPIs e EPCs na manipulação dos produtos. A palestra Como manusear e armazenar produtos químicos encheu o auditório do Museu da Vida e os colaboradores aprenderam muito com a experiência do profissional. “Lidar com produtos de alta periculosidade requer atenção dobrada. É preciso se atentar a embalagens que melhoram a segurança, às boas práticas dentro do laboratório e até mesmo quanto à limpeza. Os profissionais devem tomar cuidado principalmente com a evaporação dos solventes, evitando acidentes”, ensinou Santos.

 

Peças teatrais animam o último dia

No último dia de programação, os participantes tiveram uma tarde irreverente com o grupo Atitude com Arte. Foram apresentadas as peças Prevenção de Incêndios - Agentes MIB eSuperando seus limites. A primeira teve a participação especial do capitão do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e responsável pelo Centro de Treinamentos para combatentes voluntários. Os atores usaram a motivação, inteligência e bom senso para mostrar como deve ser feita a prevenção de incêndios.

A segunda, ao vestir sua roupa em frente ao espelho e ir para o trabalho, o protagonista começa a ouvir vozes e se depara com seu eu interior, que o leva a uma viagem inusitada para descobrir e superar os seus limites. Os participantes adoraram e aprenderam, com muito bom humor, as dicas de como lidar com o estresse diário e como prestar mais atenção para prevenir acidentes.

 

Curta a galeria de fotos do evento no Facebook.

 

Jornalistas: Gabriella Ponte e Isabela Pimentel

 

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2