dia-mundial-sem-tabaco-100x100Embora durante todo o ano o Programa Bio Livre do Tabaco contribua para que os fumantes de Bio-Manguinhos larguem o tabagismo, há uma grande mobilização em torno do Dia Mundial sem Tabaco, comemorado 31 de maio. O Ministério da Saúde criou a campanha “Proibição de publicidade, promoção e patrocínio do tabaco” para coibir totalmente esta prática, principalmente aos jovens.

O programa de Bio apoia a campanha do MS, pois 70% dos colaboradores atendidos começaram a fumar entre 14 e 15 anos. “A iniciação ocorre para que eles sejam aceitos em seu grupo. Há apelação na publicidade quanto ao sabor e visual”, comentou o psicólogo Leonardo Quintanilha, da Seção de Medicina do Trabalho (SEMTR/Dereh).

O assistente administrativo João Antônio Silva, da Secretaria Executiva (SECBIO), começou a fumar com 15 anos, por “curtição”. Após manter o vício por 25 anos, entrou no programa em 2008 e largou o cigarro. Mas acabou voltando após um grave acidente de moto com seu filho. “Somente em 2010 tomei coragem e reiniciei o tratamento. Fumei pela última vez dia 29 de abril de 2010. Tudo melhorou, meu fôlego, meu paladar, meu olfato”, disse. Já a vice-diretora de Qualidade, Maria da Luz Leal, começou por volta dos 20 pelo mesmo motivo e o vício durou 30 anos. “Parei há cinco anos. Fui da primeira turma do programa. Não voltei a fumar porque tenho consciência de que não quero sofrer novamente. O maior ganho que tive em parar de fumar foi a conquista da minha liberdade. Sinto uma satisfação interior de vitória muito grande”, declarou.

Quintanilha explica que, além dos colaboradores de Bio, o programa atende a todo o campus da Fiocruz desde 2011. Ele aponta que os principais problemas que os fumantes enfrentam para parar de fumar são ansiedade, ociosidade, estresse, trabalho e relacionamento. “Enfatizamos o desejo de melhorar a qualidade de vida. Por isso, há uma integração com o Programa Mil Quilos a Menos, que contribui para a mudança dos hábitos alimentares e prática de atividades físicas”, completa o psicólogo, que pede aos interessados que se inscrevam através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O programa ainda tem vagas para julho. Para saber mais sobre a campanha do MS, clique aqui.

 

Programa em detalhes

O acompanhamento do programa dura até um ano, começando por uma entrevista individual, seguida de quatro sessões em grupo, e, após a pessoa parar de fumar, sessões de manutenção. São atendidas 10 pessoas por bimestre. O programa traçou o perfil dos fumantes da Fiocruz: a maioria são homens (60%) e estão na faixa etária de 30 a 40 anos. De 2008 a 2012, 178 pessoas participaram do programa. Neste período, 90 pararam de fumar; 45 ainda não conseguiram largar o tabagismo; e 43 fumantes pararam, porém retornaram posteriormente.

 

Jornalista: Gabriella Ponte

 

altalt Voltar à pagina inicial

Outras notíciasaltarrow-2