Neste ano, o evento dá continuidade às discussões da Rio+20, com o tema Sustentabilidade, Economia Verde e Erradicação da Pobreza, além de muitas outras áreas da ciência. Na Fiocruz, Bio-Manguinhos e outras unidades estão incluídas na programação da SNCT com uma série de atividades abertas ao público. Exposições, divulgação de material educativo e feira de livros são alguns dos itens da programação. A participação de Bio será marcada com a presença do Zé Gotinha, boneco que é o símbolo das campanhas de vacinação. Ele estará interagindo com a garotada no Museu da Vida/Fiocruz, nos dias 17 e 19 de outubro, de 14h as 16h. Será distribuída também a revista educativa Clubinho de Bio, que traz o calendário básico de vacinação e diversos jogos infantis, como o quiz da saúde, sete erros, figuras para colorir e caça-palavras – todos com temas que abordam saúde, vacinação, meio ambiente e higiene.

O centro de recepção do Museu da Vida recebe a mostra O controle do tabaco no Brasil: uma trajetória. O Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas promove o Espaço da Ciência, com pôsteres, fotos e atividades científicas sobre pesquisas e atividades. Além disso, vai promover um bate-papo, dirigido a jovens e adultos, sobre as doenças infecciosas. No gramado da Tenda da Ciência, monitores vão apresentar curiosidades sobre a vida dos insetos. No Museu da Vida, uma mostra de vídeos vai abordar temas como saúde, meio ambiente, sustentabilidade e erradicação da pobreza. No prédio da Expansão, na Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp) e no hall da Biblioteca de Manguinhos, haverá feira de livros.

Na Biblioteca Parque de Manguinhos, vizinha à sede da Fiocruz, acontece a mostra multimídia Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Saúde Pública (PDTSP), que detalha os projetos desenvolvidos no bairro carioca. Já o município de Teresópolis, na serra fluminense, vai receber as atividades do Ciência Móvel, projeto que apresenta várias atrações educativas.

Todos os anos a Fiocruz participa do evento por reconhecer a importância da popularização da ciência para o desenvolvimento do País. A SNCT acontece no Brasil desde 2004. Desde então, têm um êxito grande com uma participação crescente de pessoas, instituições de pesquisa e ensino e municípios. Em 2011, foram realizadas cerca de 16.000 atividades, em 654 municípios brasileiros.

Veja mais detalhes no site da SNCT.

 

Fontes: CCS/Fiocruz e Assessoria de Comunicação/Bio-Manguinhos.

 

Voltar à pagina inicial

Outras notíciasarrow-2