Mais de 50 instituições participam do Armazém Pop Ciência desenvolvendo atividades sobre os temas da Rio + 20 como sustentabilidade, produção de energia, diminuição da pobreza, meio ambiente. A abertura do Armazém para o público aconteceu nesta manhã. A solenidade de abertura oficial será às 15h30, na Arena Multiuso, com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, e do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Além de ser aberto ao público em geral, é possível também fazer agendamento de grupos escolares junto ao Museu de Astronomia e Ciências Afins (ver informações abaixo).

Clique aqui para ver o folder virtual sobre o armazém. Para ver as atividades programadas para a Arena Multiuso, que integra o armazém, clique aqui .

Museu da Vida no Armazém


O Museu da Vida leva ao Armazém Pop Ciência na Rio+20 o ciclo de atividades Vida de inseto, a exposição Evolução e natureza tropical e os resultados do projeto CEnaRIOS.

Ainda que algumas vezes passem despercebidos, os insetos fazem parte da nossa vida e estão por todos os lugares. Em Vida de inseto, o público pode conhecer, de maneira divertida, um pouco mais sobre esses bichos.


No Armazém, os visitantes irão participar de Asas pra que te quero, em que poderão observar os diferentes tipos de asas dos insetos em microscópios e explorar as características das espécies a que pertencem. Já Hora do lanche... dos insetos convida o público para acompanhar a preparação de pratos com “gostosuras” apreciadas por esses animais, a fim de entender como eles se organizam e de que se alimentam.


Outras atividades levadas ao Cais do Porto são Histórias para contar, que mistura insetos, literatura e saúde em histórias emocionantes e divertidas; Insetos do meu jardim, que aborda a relação entre plantas, flores e insetos, entre outras questões; e Quem mora aqui?, em que o público poderá observar e investigar diversas espécies de insetos aquáticos vivos, explorando os diferentes tipos de insetos e ambientes.

A exposição Evolução e natureza tropical, do Museu da Vida, tem como objetivo destacar como os trópicos, e especialmente a biodiversidade brasileira, inspiraram os cientistas na formulação da teoria da evolução por seleção natural.
Na exposição, os visitantes poderão seguir os caminhos percorridos pelos naturalistas britânicos Charles Darwin e Alfred Wallace até a formulação, independente e concomitante, da referida teoria. Assim, o público tem acesso a uma nova perspectiva sobre este importante capítulo na história da biologia, após o qual a trajetória humana nunca mais foi vista como antes.

Único representante brasileiro do projeto internacional SCEnaRioS, o Museu da Vida vem desenvolvendo junto a jovens cariocas com idades entre 16 e 19 anos um trabalho com o tema Mudanças climáticas: saúde e meio ambiente, em parceria com jovens de Moçambique.


Durante a Rio+20, os participantes brasileiros irão apresentar em computadores com tecnologia touchscreen ( sensível ao toque na tela) um mapa georreferenciado com fotografias e informações a respeito dos problemas socioambientais encontrados nas áreas em que vivem – Maré, Manguinhos e Jacaré, no subúrbio do Rio de Janeiro – e observados pelo grupo moçambicano. No dia 19 de junho às 14h, haverá ainda uma videoconferência de todos os jovens que integram o projeto, com a participação do presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, e do diretor de Relações Internacionais da ASTC, Walter Staveloz.


CEnaRIOS – versão em português para Science Centers Engagement and the Rio Summit (SCEnaRioS) – é parte de um projeto organizado pela Association of Science-Technology Centers (ASTC) e Fiocruz, com parceria do Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico (Inhotim), para envolver jovens de diversos países no debate sobre os problemas socioambientais globais, os impactos dos mesmos no âmbito local e suas possíveis soluções.

Serviço
Armazém Pop Ciência

Data: 13 a 22 de junho
Horário: 9h às 18h
Local: Armazém Pop Ciência na Rio+20 – Armazém 4 do Cais do Porto – Av. Rodrigues Alves, s/n – Centro – Rio de Janeiro
Agendamento: falar com Marcelle pelo telefone (21) 3514-5229 (para escolas públicas estaduais ou federais e escolas particulares) ou com Fátima, pelo número (21) 9848-8866 (para escolas municipais).
Mais informações: www.popciencia.org.br.

 

Fonte: Museu da Vida/COC/Fiocruz

 

Voltar à pagina inicial

Outras notíciasarrow-2