Durante os dias da conferência, a Fiocruz participa como parceira no estande do Ministério da Saúde (MS), no Píer Mauá (Av. Rodrigues Alves, 10). "O foco do nosso estande é o Sistema Único de Saúde. Lá apresentaremos mostras temáticas sobre inovação e programas políticos relacionados ao desenvolvimento sustentável", informou o responsável pela coordenação técnica do espaço, Pedro Canisio Binsfeld, do MS. Bio-Manguinhos estará representado por meio de uma projeção digital touchscreen (tela sensível ao toque), que exibirá imagens e informações sobre a sua infraestrutura.

"Teremos ainda, no espaço do MS, o painel de celebração dos 112 anos da Fiocruz; material sobre as coleções biológicas, que ficam sob responsabilidade da Vice-presidência de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fundação; Academia da Saúde; Canal Saúde e Telessaúde", adianta Binsfeld.

Exposição Humanidades

Imagens dos laboratórios de Bio estarão na Exposição Humanidades, no Forte de Copacabana. A mostra é parte do Projeto Humanidades, iniciativa da Fiesp, Firjan, Prefeitura do Rio e da Fundação Roberto Marinho. O espaço é aberto a todos durante a Rio+20. A exposição será projetada em slides e poderá ser vista também no site do projeto.

A mostra, organizada por Bia Lessa, apresentará a cultura brasileira, dança, arte, música, teatro e iniciativas científicas – sendo um dos segmentos os laboratórios de pesquisa e tecnologia do Brasil.

Índios no Campus Fiocruz da Mata Atlântica

Um grupo indígena do Alto Xingu chegou ao Rio de Janeiro, no dia 22 de maio, para construir ocas para a Rio+20. Eles montaram a aldeia Kari-Oca no terreno da Fiocruz em Jacarepaguá, onde está localizada a Colônia Juliano Moreira.

Na quarta (6/6), a Diretoria de Administração do Campus (Dirac) levou 20 profissionais da Fiocruz para visitar o Campus Fiocruz da Mata Atlântica (CFMA) e conhecer a aldeia Kari-Oca. Além de acompanhar a construção de uma oca, os visitantes puderam conversar com o cacique.

Seminário na Ensp

A Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), de 11 a 15 de junho, promove o seminário Saneamento e Saúde Ambiental: Reflexões sobre a Rio+20. O objetivo é discutir temas relevantes para as áreas de saneamento e saúde ambiental que também serão debatidos durante a conferência.

Você pode ainda participar das discussões da Rio+20 e deixar sua contribuição no blog Saúde em Pauta.


Cobertura

A EBC (Empresa Brasil de Comunicação) é um dos veículo do governo federal que fará a cobertura da Rio+20. Leia as notícias aqui. A abertura do Pavilhão Brasil será feita pela presidente Dilma Rousseff, no Parque dos Atletas em frente ao Riocentro, principal sede do evento.

Alguns vídeos podem ser vistos na Web TV das Nações Unidas.


Jornalista: Elisandra Galvão

 

Voltar à pagina inicial

Outras notíciasarrow-2