parceria oms wikimediaA Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Fundação Wikimedia, a organização sem fins lucrativos que administra a Wikipédia, anunciam hoje uma colaboração para expandir o acesso da população às informações mais recentes e confiáveis sobre COVID-19.

A colaboração tornará informações confiáveis de saúde pública disponíveis por meio de uma licença gratuita em um momento em que os países enfrentam a transmissão contínua da COVID-19 e a estabilidade social depende cada vez mais da compreensão pública dos fatos.

Por meio da colaboração, qualquer pessoa poderá acessar e compartilhar infográficos, vídeos e outros produtos de saúde pública da OMS no Wikimedia Commons, uma biblioteca digital de imagens gratuitas e outros recursos multimídia.

Com esses novos recursos licenciados gratuitamente, os mais de 250 mil editores voluntários da Wikipédia também podem construir e expandir a cobertura sobre COVID-19 do site, que atualmente oferece mais de 5.200 artigos relacionados ao coronavírus em 175 idiomas. Este conteúdo da OMS também será traduzido em idiomas nacionais e regionais, por meio da vasta rede de voluntários globais da Wikipédia.

“O acesso equitativo a informações confiáveis sobre saúde é fundamental para manter as pessoas seguras e informadas durante a pandemia da COVID-19", disse o Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor-Geral da Organização Mundial da Saúde. "Nossa nova colaboração com a Fundação Wikimedia aumentará o acesso a informações de saúde confiáveis da OMS em vários países, idiomas e dispositivos."

Desde o início da pandemia, a OMS tomou medidas para prevenir uma “infodemia” - definido pela organização como “uma superabundância de informações e a rápida disseminação de notícias, imagens e vídeos enganosos ou fabricados”.
Os editores da Wikipédia também estiveram na linha de frente na prevenção da disseminação de informações incorretas sobre o coronavírus, garantindo que as informações sobre a pandemia sejam baseadas em fontes confiáveis e atualizadas regularmente na Wikipédia.

Ao disponibilizar informações confiáveis e verificadas sobre a pandemia para mais pessoas em um dos repositórios de conhecimento mais visitados do mundo, as organizações visam ajudar a conter essa infodemia e garantir que todos possam acessar informações verdadeiras sobre saúde pública.

“O acesso à informação é essencial para termos comunidades saudáveis e deve ser tratado como tal”, disse Katherine Maher, CEO da Fundação Wikimedia. “Isso fica ainda mais claro em tempos de crises globais de saúde, quando o acesso à informação pode impactar vidas. Todas as instituições, de governos a agências internacionais de saúde, órgãos científicos e Wikipédia, devem fazer a sua parte para garantir que todos tenham acesso igualitário e confiável ao conhecimento sobre saúde pública, independentemente de onde você mora ou do idioma que fala. ”

A Organização Mundial da Saúde é a agência internacional de saúde que tem liderado a resposta global ao surto do novo coronavírus, fornecendo informações essenciais, pesquisas científicas de ponta e recomendações de saúde pública para impedir a disseminação da COVID-19.

Ao mesmo tempo, os editores voluntários da Wikipédia, muitos dos quais são da comunidade médica, têm criado, atualizado e traduzido artigos da Wikipédia com informações de fontes confiáveis sobre a pandemia. Como um dos dez principais sites do mundo, estudos têm mostrado que a Wikipédia é uma das fontes mais acessadas por usuários em busca de informações sobre saúde.

No momento, os leitores podem acessar a série de infográficos “Mito ou Verdade” da OMS no Wikimedia Commons. Os infográficos, que se concentram em abordar equívocos comuns sobre a COVID-19, também estão disponíveis para os editores da Wikipédia incorporarem aos artigos da Wikipédia.

Nos próximos meses, a Fundação Wikimedia e a OMS continuarão enviando recursos para o Wikimedia Commons e colaborando com os editores voluntários da Wikipédia para entender melhor as lacunas nas necessidades de informação nos artigos da Wikipédia relacionados à COVID-19 e como os recursos da OMS podem ajudar a preencher essas lacunas.

Além disso, sob a licença gratuita da Creative Commons, outras organizações, indivíduos e sites podem compartilhar esses materiais com mais facilidade em suas próprias plataformas, sem ter que lidar com restrições de direitos autorais mais rígidas.

 

Acesse o especial sobre coronavírus do site de Bio-Manguinhos

 

Fonte: Opas. Imagem: Macrovector, Freepik