uso medicamentos freepikO Ministério da Saúde publicou informações técnico-científicas com orientações sobre o Uso Racional de Medicamentos (URM) para os profissionais da saúde e a população. O URM ocorre quando pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade.

Como iniciativa para a promoção do URM, o Ministério da Saúde publicou o livro Centros e Serviços de Informação sobre Medicamentos: princípios, organização, prática e trabalho em redes para promoção do Uso Racional de Medicamentos. A obra foi elaborada pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, com colaboração de especialistas.

Na aparesentação da obra, o Departamrnto informa:

"Os medicamentos são uma das ferramentas terapêuticas mais utilizadas na prática em saúde, e são considerados bens de consumo essenciais para o desenvolvimento de países. A literatura indica que a falta de acesso a esses insumos configura uma causa frequente de retorno de pacientes aos serviços de saúde. A Política Nacional de Medicamentos relata que o processo indutor do uso irracional e desnecessário de medicamentos e o estímulo à automedicação, presentes na sociedade brasileira, são fatores que promovem aumento na demanda por medicamentos, requerendo, necessariamente, a promoção do seu uso racional mediante a reorientação dessas práticas e o desenvolvimento de um processo educativo, tanto para a equipe de saúde quanto para o usuário. Sem informação adequada, os medicamentos, na pior das hipóteses, podem levar a um resultado desastroso em termos de morbidade ou mortalidade.

Assim, fornecer informações apropriadas para a promoção do Uso Racional de Medicamentos (URM) é um componente central para alcançar melhores resultados em saúde. A Rebracim, criada por meio da Portaria Ministerial (MS) nº 2.647, de 4 de novembro de 2013, é uma rede de Centros e Serviços de Informação sobre Medicamentos (CIM/SIM) no País. Alicerçada nos pilares estratégicos da Política Nacional de Medicamentos e da Política Nacional de Assistência Farmacêutica, a Rede tem o objetivo de ser referência no Sistema Único de Saúde (SUS) como um serviço de informações técnico-científicas sobre medicamentos, prestado especialmente aos profissionais de saúde e à população em geral. A presente obra reúne os princípios, a organização, a prática e o trabalho em redes para promoção do URM, no contexto da Rede. Esperamos que esta publicação possa somar esforços às iniciativas em prol do uso racional de medicamentos."

O livro aborda temas como o papel dos centros e serviços de informação sobre medicamentos para a promoção do uso racional de medicamentos; aspectos éticos e de comunicação no processo de informação sobre medicamentos e a Rede Brasileira de Centros e Serviços de Informações sobre Medicamentos – Rebracim.

Confira a obra Centros e Serviços de Informação sobre Medicamentos: princípios, organização, prática e trabalho em redes para promoção do Uso Racional de Medicamentos.

 

Jornalista: Paulo Schueler. Imagem: Freepik