img anticorpos covid 19Cerca de 15 mil pessoas já foram testadas em todo o país na primeira etapa do levantamento Evolução da Prevalência de Infecção por COVID-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional, que termina nesta terça-feira (19).

O estudo, financiado pelo Ministério da Saúde, coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e executado pelo Ibope, é dividido em três etapas e prevê a testagem de até 100 mil pessoas em 133 municípios brasileiros com expectativa de realizar o exame de cerca de 33 mil brasileiros em cada etapa, sendo 250 pessoas em cada município selecionado. Nesta primeira etapa pouco mais da metade dos diagnósticos foram aplicados nas regiões Norte e Nordeste, com 8.106 testes, e o cronograma das próximas fases da coleta está previsto para ocorrer em 28 e 29 de maio e 11 e 12 de junho. O objetivo é avaliar como o Sars-Cov-2 se propaga pelo país.

O inquérito permitirá calcular a que velocidade a população brasielira está adquirindo anticorpos contra a COVID-19 e para que a operação seja realizada o Ministério da Saúde ofertou 150 mil testes rápidos, que detectam a presença de anticorpos IgM (de infecção mais recente) e IgG (de infecção mais antiga) para o novo coronavírus a partir de pequenas amostras de sangue.

Os resultados do estudo permitirão a criação de estratégias mais precisas para o combate da pandemia e o estabelecimento de programas de prevenção. “A pesquisa foi contratada pelo Ministério da Saúde para termos informações mais detalhadas sobre a situação de casos, ampliando cada vez mais o conhecimento sobre a doença. Por isso, a importância desta pesquisa”, afirmou o secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário.

A coleta está sendo feita pelos profissionais do Ibope nas residências da população brasileira. Em cada casa, estes profissionais escolhem um morador para participar da pesquisa. A cada etapa, a amostragem domicílios diferentes das mesmas localidades. Durante a visita, a equipe do Ibope faz perguntas a partir de questionário sobre doenças preexistentes e possíveis sintomas da COVID-19 nos últimos 30 dias, além de aplicar o teste rápido.

Caso algum testado apresente resultado positivo para o Sars-Cov-2, todos os moradores da residência são testados e a Secretaria de Saúde do município do entrevistado é informada, para os cuidados e protocolos necessários. As medidas de segurança biológica também são sendo adotadas, garantindo a proteção dos entrevistados e dos profissionais que coletam os dados e a amostra de sangue. Todas as equipes de campo já foram testadas. Caso receba a visita de um profissional na sua porta, ligue para 0800-800-5000 para confirmar que se tarta do estudo.

 

Acesse o especial sobre coronavírus do site de Bio-Manguinhos

 

Jornalista: Paulo Schueler