No dia 19 de outubro, o campus de Manguinhos se transformou num grande espaço em prol da vacinação. Com dois palcos — perto do Castelo Fiocruz e no Parque da Ciência —, não faltaram apresentações de música, teatro e dança, e a presença de especialistas para falar sobre a importância da vacinação.

Nos últimos dois anos, os índices de cobertura vacinal das principais vacinas ofertadas pelo SUS terem registrado queda. Doenças como poliomielite, sarampo e outras já consideradas eliminadas no país são ameaças se a população não se vacinar. “Estamos vendo a volta de várias doenças que tínhamos controlado, os casos de sarampo triplicaram. Todo esse esforço da Fiocruz no dia D da vacinação para conscientizar da importância de as crianças estarem protegidas, porque elas serão o nosso futuro. Todos estarão protegidos, se elas estiverem protegidas”, disse Rosane Cuber, vice-diretora de Qualidade de Bio.

Para sensibilizar e mobilizar as pessoas sobre a relevância do tema, cerca de 700 trabalhadores, gestores, autoridades e moradores de comunidades vizinhas se reuniram durante o evento para formar uma grande gota simbólica em favor da vacinação. A ação faz parte da programação dos 120 anos da Fundação.

A gota formada no campo de futebol teve ampla repercussão na imprensa, chegando a alcançar 44 milhões* de pessoas ao ser veiculada no “Jornal Nacional” no dia do evento (assista ao vídeo). “É um grande orgulho fazer parte desse ato coletivo para a saúde pública, sabendo que somos nós que produzimos a vacina contra o sarampo. Estamos entregando quase 30 milhões de doses para o Ministério da Saúde esse ano”, informa Priscila Ferraz, vice-diretora de Gestão e Mercado “Esse é o resultado do nosso trabalho coletivo, que permite que a população tenha acesso à vacinação. Bio-Manguinhos é um ator super importante no âmbito do SUS para que isso seja possível”.

Outro destaque foi a presença da médica pediatra e influenciadora digital, Ana Escobar. A convite de Bio-Manguinhos, ela conheceu a produção de vacinas com o vice-diretor de Produção, Luiz Lima, participou do ato simbólico em prol da vacinação, visitou o mini laboratório interativo e tirou dúvidas dos pais em uma palestra exclusiva no evento.

"Vi um orgulho imenso e justificado que senti em todos os que lá estavam. Vi todos os corações batendo felizes ao me mostrar a grandeza e a importância do trabalho que realizam e cujo resultado é o mais digno de todos: salvar vidas", relatou a médica, que fez parte do programa “Bem Estar”, da Rede Globo e atualmente tem um quadro no “Encontro com Fátima Bernardes”. "As vacinas são seguras e são, de longe, a melhor forma de proteção que podemos ter. Como aprendi nesse evento, cada um de nós deve ter um pouquinho da Fiocruz no corpo e no coração", disse ela, que também é autora de diversos livros sobre saúde infantil.

O projeto Crescendo com Manguinhos, do Somar - Responsabilidade Socioambiental, também marcou presença. Cerca de 30 crianças participaram do evento com uma apresentação musical no palco principal, montado em frente ao Castelo. Com instrumentos feitos à mão, eles cantaram, atuaram e animaram a plateia, cantando músicas e fazendo coreografias.

Inovação para a criançada

A grande novidade desse ano foi o mini laboratório interativo, que mostrou todas as etapas da produção de vacinas. As crianças que estiveram no Fiocruz pra Você conheceram uma bancada com itens de laboratório, tiraram fotos com jaleco ao lado dos totens do Zé Gotinha e do Oswaldinho. A microempreendedora Luziane Souza levou a filha Luiza, de 5 anos, pela primeira vez ao evento. “Sabemos da importância da vacinação. Não quero que ela fique doente como algumas amigas dela ficaram. Por isso, estamos aqui”, disse ela, enquanto sua filha coloria uma das cartilhas do Clubinho de Bio, distribuída no estante.

O mini laboratório interativo, que também esteve na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da Fiocruz, é fruto de uma iniciativa da Vice Diretoria de Produção (VPROD) em parceria com a Assessoria de Comunicação (ASCOM) de Bio-Manguinhos.

 

Jornalista: Carolina Landi | Imagem: Divulgação/ALPHA

 

*Dados do Kantar/Ibope