O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) realiza de 7 a 9 de maio o IV Simpósio Internacional em Imunobiológicos no Museu do Amanhã, Centro do Rio de Janeiro.

Organizado para cientistas, empreendedores e empresas de biotecnologia acelerarem o desenvolvimento de soluções inovadoras para a saúde pública, o Simpósio contará com o Innovation Hub, espaço projetado para empreendedores interessados em conhecer as tecnologias e infraestruturas para o desenvolvimento tecnológico disponíveis na Fiocruz e, ao mesmo tempo, para apresentar suas próprias soluções, produtos e desenvolvimentos a outros pesquisadores, empresas e investidores.

São quatro módulos abertos ao público:

• Showcasing Innovation Assets of Fiocruz and Bio-Manguinhos - From Discovery to Clinical

• Batalha de Pitchs

• Building Trust by investments (com representantes de BNDES, Finep, Global Health Investment Fund, Israel Trade & Investments, Embrapii, Biominas e Antera Gestão de Recursos)

• Bio-Business Connections: building the bridge from lab to market

Temas de fronteira

Destacam-se, na programação, palestras e mesas-redondas como How does precision oncology look in the future and what will be the role of immunotherapy, Challenges on cancer diagnostic and immunotherapy, Novel and disruptive technologies for immunobiologicals, Vaccination schedule in 2030 - how innovation shapes policies, Development of Arbovirus Vaccine, New technology approaches for diagnostics of infectious diseases, Human genetics and susceptibility to infectious disease and challenges for vaccine design e Current and New Bacterial Conjugation Technologies.

Especialistas internacionais

Dentre os pesquisadores, destaques para as participações do criador do Global Health Investment Fund (GHIF) da Fundação Bill & Melinda Gates, Glenn Rockman; do gerente técnico global da GE Healthcare, Patrick Guertin; do vice-diretor de desenvolvimento clínico e integrado de vacinas da Divisão de Saúde Global da Fundação Bill e Melinda Gates, Peter Dull; do reitor da Faculdade de Doenças Infecciosas e Tropicais da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, Brendan Wren; do consultor para vacinas e vetores virais, Christian W. Mandl; do ex-chefe do Laboratório Especializado Global da Organização Mundial da Saúde para Sarampo e Rubéola, David W. Brown; do professor da Universidade de Lausanne (Suiça) Daniel Ernst Speiser e da pesquisadora do Laboratório de Genética Humana de Doenças Infecciosas da Universidade Paris René Descartes (França) Emmanuelle Jouanguy.

Workshops resultarão em sugestões

O seminário engloba ainda quatro workshops, para debater e identificar os principais problemas das áreas em questão, e resultarão em relatório contendo sugestões e propostas com formas de atacar os problemas. São temas:

- Otimização do Controle de Qualidade

- Inteligência Competitiva: na prática, a teoria é outra

- Bio-Manguinhos e a abordagem holística no tratamento do paciente diabético

- Produtividade e Eficiência

120 trabalhos inéditos voltados a novos produtos e serviços

Além das palestras e debates, um grupo de 120 trabalhos inéditos foi selecionado para exposição através de pôsteres ao longo dos três dias do evento, com 10 destes tendo apresentações orais. Eles se destacam por retratar a recente produção científica e atuais desafios do setor para o desenvolvimento de vacinas, biofármacos, reativos para diagnósticos, gestão na indústria farmacêutica e outros temas relacionados.

Desses trabalhos, os três melhores receberão os Prêmios Oswaldo Cruz (1º lugar); Carlos Chagas (2º lugar); e Alcides Godoy (3º lugar). Além desses, três prêmios serão oferecidos para o melhor trabalho de Jovem Talento Científico (até 26 anos de idade): Prêmio Henrique de Azevedo Penna, Prêmio Evandro Chagas e Prêmio Sérgio Arouca.

2 Sessões paralelas e 4 simpósios satélite

O evento contará com duas sessões paralelas: Understanding the immune response to dengue infection and vaccination, organizado pela Takeda; e Global Alliances to Solve Personalized Problems: Where (and How) Biopharma is Heading To, organizado pela Clarivate.

São quatro os simpósio satélite: Pathways to scientific partnerships and research development with the pharmaceutical industry in Brazil: GSK experience, da GSK; The Future of Vaccine and Viral vector Production, da GE Healthcare; Biozeen Approach for Equipment Design & Process Control for efficient biological manufacturing, da Biozeen; e Meningococcal disease: Epidemiology and risk of outbreak of W serotype in Brazil, da Sanofi Pasteur.

 

Jornalista: Paulo Schueler