pesquisa-clinicaUma parceria iniciada em 2015 entre a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e a Assessoria Clínica já tem seus primeiros resultados. Por meio dela, foi possível oferecer, a partir do primeiro semestre daquele ano, a disciplina “Introdução à Pesquisa Clínica” como eletiva para os alunos da graduação em medicina.

A ideia surgiu a partir da experiência de professores que ministravam a disciplina de epidemiologia na Escola de Medicina e Cirurgia da Unirio. Todos os contatos e discussões contaram com a participação da área de Capacitação e Desenvolvimento do Departamento de Recursos Humanos (Dereh). 

No dia 23 de novembro, a professora da Escola de Medicina Gloria Regina da Silva e Sá visitou Bio-Manguinhos, com o objetivo de, em conjunto com Asclin e Dereh, avaliar e propor melhorias para o segundo ano do projeto. “Tivemos 23 alunos inscritos, um resultado bom. A perspectiva é expandir essa disciplina para outros cursos que já manifestaram interesse na capacitação de seus estudantes, como Biomedicina”, afirmou ela.

 

asclin-unirio430x285

Alunos da Unirio comemoram sucesso da disciplina. Imagem: Divulgação

 

Neste primeiro ano, a disciplina foi ministrada aos sábados, em um formato misto de vídeoaula e encontros presenciais. Na primeira avaliação e com a experiência vivida, está se propondo que o segundo ano, sejam oferecidas às quartas-feiras, das 15 às 17h, com mudança na metodologia, para garantir maior adesão. “Temos muitos alunos de fora do estado e também do interior do Rio. Por isso, optamos por adequar a disciplina ao horário deles”, explicou Glória.

A coordenadora da Asclin, Maria de Lourdes de Sousa Maia, afirmou que um dos maiores êxitos da disciplina foi chamar a atenção para a importância da pesquisa clínica. Robson Leite, técnico da Asclin, ministrou aulas no curso, e diz ser a primeira disciplina eletiva de Pesquisa Clínica em uma universidade federal no Rio de Janeiro. “Vamos rever nossa metodologia, trazer mais estudos de casos e temas para serem debatidos em sala de aula”, além das videoaulas, complementou. Maria de Lourdes finalizou dizendo: “Também queremos levar algumas informações do nosso curso oferecido há sete anos nas Jornadas Nacionais  da SBIM, intitulado 'Produção de vacinas: da molécula ao mercado', para essa disciplina”. 

 

Jornalista: Isabela Pimentel