A 15ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat) de Bio-Manguinhos está explorando o tema “Por que se arriscar? Você em primeiro lugar!”. Para ilustrar os principais cuidados que o colaborador deve ter com sua saúde e segurança, especialistas foram convidados para dar dicas e tirar suas dúvidas. O primeiro dia teve como principais assuntos a diabetes e as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). O evento está acontecendo no auditótio do Pavilhão Rocha Lima. No último dia (25), terá a apresentação da peça teatral "O rapaz da rabeca e a moça Rebeca", às 10h30, na Tenda da Ciência.  

Para abrir o evento, Vinícius da Silva Pires, coordenador da Assessoria de Engenharia de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente (AESTM) revelou que grande parte dos acidentes decorrem do comportamento. “Tropeços ou quedas da própria altura constituem 90% das ocorrências. Em sua maioria, são consequências de pessoas que estão distraídas olhando a tela do celular enquanto andam pelo campus. Às vezes provocam afastamentos que poderiam ser evitados”, explicou. O coordenador também enfatizou a importância do uso dos equipamentos de proteção coletivos e individuais (EPCs e EPIs).

João Carlos Menezes Vidal, presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidente (Cipa), começou seu discurso explicando que a principal missão do grupo é conscientizar e alertar os demais colaboradores que estão passando por um risco de acidente. “É um compromisso de saúde pública que exercemos. E, para isso, somos agora identificados através de um crachá com a logo da CIPA. Podemos alertar os colegas mostrando que apenas chamamos a atenção para a melhoria da qualidade do trabalho”, ressaltou. “Nós entendemos que se o seu pessoal está bem orientado e direcionado, o seu profissional terá um resultado muito melhor. O maior ganho que os colaboradores têm de estarem aqui hoje é a informação que vocês vão obter nas palestras”, concluiu.

 

 15-sipat

O evento começou dia 23, com palestras no auditório do Pavilhão
Rocha Lima. Imagem: Fábio Meirelles - Ascom / Bio-Manguinhos

 

Diabetes em pauta

A palestra “A importância da dieta e dos exercícios na prevenção do diabetes” foi ministrada por Izidoro Hiroki Flumignan, diretor do Instituto Flumignano de Medicina. O médico apontou que o Brasil é o quarto país com mais casos da doença. A preocupação com a diabetes é mundial, mas é necessário lembrar que esta é uma enfermidade que pode ser evitada. Ao ensinar o que é hiperglicemia, o especialista destacou que a formação da gordura branca no abdômen é tóxica ao organismo, decorrente de um estilo de vida sedentário e alimentação ruim. “É preciso evitar, principalmente, cerveja, refrigerantes e frituras. Ter uma dieta equilibrada e se exercitar deve ser um hábito adquirido desde criança”, afirmou.

Já Celina Boga, coordenadora do Núcleo DST/Aids do Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/Ensp), palestrou sobre “Informação e prevenção das DST’s”. Ela mostrou as doenças mais comuns, como sífilis, que pode ser facilmente identificada através dos testes rápidos produzidos por Bio e disponíveis nos postos de saúde de todo o país, assim como também a HPV, que por ser muito comum nos jovens, foi desenvolvida uma vacina que vem sendo aplicada nas adolescentes de 9 a 13 anos. “Ainda hoje em dia os homens têm muita vergonha de ir ao médico quando aparece algo estranho na região genital. A maioria vai direto na drogaria e pergunta que medicamento tomar ao farmacêutico. Além do diagnóstico não ser exato, evita que o (a) parceiro (a) também se trate de maneira correta”, lamentou.

Confira as fotos na fanpage do Facebook.

 

Jornalista: Gabriella Ponte