Uma doença crônica e silenciosa que afeta a vida de 2 milhões de brasileiros. Assim pode ser definida a artrite reumatoide. De acordo com um estudo do Instituto Nielsen, a maioria dos pacientes recebe o diagnóstico por volta dos 39 anos de idade, trazendo fortes impactos emocionais.  Para chamar atenção sobre a doença e promover um debate sobre o direito que os pacientes tem, foi criado, em 1966, o Dia Mundial da Artrite Reumatóide, relembrado a cada 12 de outubro.

Na Europa são mais de 120 milhões de pessoas que sofrem de artrite. Na página dedicada à campanha (http://worldarthritisday.org/) que este ano tem como mote o “o futuro em suas mãos”, pessoas que possuem a doença mostram como vivem e superam desafios no cotidiano, sem perder a vontade de seguir adiante, realizando atividades como dança, corrida, dentre outras.  

Os primeiros sinais da doença inflamatória começam a ser percebidos quando o indivíduo afetado começa a ter dificuldades para realizar tarefas simples, como escovar os dentes e a sentir fortes dores e rigidez nas articulações. Por ser facilmente confundida com outras enfermidades e com sinais de envelhecimento, a artrite reumatoide exige um diagnóstico apurado, que pode facilitar o tratamento.

 

infliximabe430x285 2016106151530

Bio-Manguinhos é único responsável dentro da política de PDP pelo fornecimento 
de um produto biológico tão avançado para artrite reumatóide

 

Apesar de ser uma doença crônica e sem cura, ela pode ser controlada, pois há uma série de medicamentos biológicos, como o infliximabe, que possibilitam ao doente ter melhor qualidade de vida. Através da Política de Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP) Bio-Manguinhos em parceira com as entidades privadas Janssen e Bionovis, fornece, desde janeiro de 2015, este medicamento ao Sistema Único de Saúde (SUS), onde o paciente sob prescrição médica pode ter acesso ao produto de forma gratuita.  Indicado no tratamento de pacientes adultos e pediátricos com diversas doenças autoimunes, como a artrite reumatoide, o Biofármacos bloqueia a TNF-alfa, reduzindo a inflamação.

O gerente do projeto Bio-Manguinhos Infliximabe, Alexander Neves, conta que o projeto para a absorção da tecnologia de produção do infliximabe em Bio-Manguinhos está no seu segundo ano. “Desde 2015, Bio-Manguinhos cumpre seu compromisso Institucional e entregou mais de meio milhão de frascos do produto possibilitado pela política de PDP, apoiada pelo Ministério da Saúde”, aponta Alexander.

Com orgulho, ele ressalta que Bio-Manguinhos é único responsável dentro da política de PDP pelo fornecimento de um produto biológico tão avançado para artrite reumatóide. “Cumprindo nosso compromisso social, ajudamos a melhorar, com este produto, a qualidade de vida de milhares de pessoas ampliando seu acesso gratuito ao medicamento além de fomentamos o desenvolvimento tecnológico e o intercâmbio de conhecimentos entre instituições públicas e entidades privadas para a produção do medicamento no Brasil,  diminuindo, assim, as dependências econômica, produtiva e tecnológica externas”, conclui.


 

Jornalista: Isabela Pimentel

Imagem: Bernardo Portella - Ascom/Bio-Manguinhos