O secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (SCTIE), Marco Antônio de Araújo Fireman, visitou a Fiocruz e Bio-Manguinhos. Ele esteve na unidade acompanhado do diretor do Departamento do Complexo de Inovação em Saúde (Deciis/SCTIE/MS), Rodrigo Silvestre, após uma reunião no Castelo da Fiocruz, onde debateram uma série de pautas, com membros da Presidência e diretores de unidades, entre eles Artur Couto.

Além de virem a Bio, onde conheceram o CIPBR e o CPFI, os dois visitaram as instalações do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS/Fiocruz) e se reuniram com o presidente da Fundação, Paulo Gadelha; o diretor de Bio, Artur Couto; de Farmanguinhos, Hayne Felipe; e do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), Mario Moreira.

 

interna-secretario

Fireman esteve em duas instalações de Bio: CIPBR e CPFI. 
Imagem: Bernardo Portella - Ascom / Bio-Manguinhos

 

Na agenda, o destaque foi o papel das unidades de produção da Fiocruz no desenvolvimento do Complexo Econômico e Industrial da Saúde e sua atuação nas Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs).

Fireman conheceu o potencial produtivo do CIPBR e tomou ciência das necessidades para acelerar a ocupação do prédio, como a liberação da área de reativos pela Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro. O presidente da Fiocruz afirmou que a visita foi muito positiva para a Fundação, pois permitiu tratar “desde questões estratégicas, em especial a área de inovação e do Complexo Econômico e Industrial da Saúde, até o encaminhamento de processos e temas prioritários que afetam a Fiocruz e o Ministério da Saúde”.

 

Jornalista: Paulo Schueler