A previsão é que em 2050 doenças causadas por bactérias multirresistentes matem mais que câncer, causando 10 milhões de óbitos. O especialista da Davolterra apresentou terapias de apoio para preservar a flora intestinal e todo o histórico de pesquisas com o DAV 134, estudo iniciado em 1994, época em que Procópio estava estudando em Paris, sob supervisão de Andremont. “

Ele ficou surpreso com a dimensão do trabalho realizado em Bio-Manguinhos e conheceu o Centro Integrado de Protótipos, Biofármacos e Reativos para Diagnóstico (CIPBR), além de projetos envolvendo bactérias multirresistentes que estão sendo desenvolvidos em Bio", detalha Sena.

Aliando seu conhecimento em microbiologia aos estudos atuais, Andremont explicou que o DAV está em fase 2 de pesquisas clínicas. A troca de experiências durante o encontro rendeu bons frutos e perspectivas para o futuro. “Ele se disponibilizou a nos auxiliar em ensaios clínicos relacionados aos patógenos que estamos estudando”, afirma o pesquisador do Later.

 

Jornalista: Isabela Pimentel

Imagem: Divulgação