medalha-100x100Promovido pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), o Seminário Laveran & Deane sobre Malária comemorou 20 anos em 2015, aproveitando a ocasião para homenagear personagens e instituições que colaboraram na pesquisa e ensino de pós-graduação em malária no Brasil. 

Bio-Manguinhos foi um dos agraciados, na figura do diretor Artur Couto, que recebeu a Medalha Laveran & Deane das mãos do idealizador e coordenador do Seminário, o pesquisador Cláudio Tadeu-Daniel Ribeiro, durante evento, realizado em 27 outubro.

 

medalhamadeira

Homenagem foi recebida por contribuição aos estudos sobre malária

 

Bio tem contribuído com o Laveran & Deane ao lado de instituições como a Sanofi, a Embaixada da República Francesa, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ).

Em 20 anos de história, os Seminários tiveram 268 participações de estudantes, 46 de monitores/relatores, 235 de 105 professores, 46 alunos ouvintes e 11 profissionais observadores.

 

Jornalista: Paulo Schueler

  

 

Voltar à pagina inicial

Outras notíciasarrow-2