A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou na última sexta-feira que a poliomielite não é mais endêmica na Nigéria. A última vez que o país africano registou um caso de poliovírus selvagem foi em 24 de julho de 2014. Por estar há mais de um ano sem casos de pólio, a Nigéria foi retirada da lista de países onde o vírus é endêmico. Com isso, a epidemia continua em apenas dois países: Paquistão e Afeganistão.

OMS-Nigeria

Meninas nigerianas vacinadas. Imagem: T. Moran/OMS. 

Momento Histórico

Com o avanço, a OMS acredita que África está cada vez mais perto de ser certificada totalmente livre da pólio. Para a Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, uma parceria público-privada, trata-se de um "acontecimento histórico para a saúde global".

No ano de 2012, a Nigéria chegou a ter mais da metade de todos os casos de pólio do mundo. A OMS explica que o sucesso é resultado de "um esforço em todos os níveis de governo, da sociedade civil, de líderes religiosos e de dezenas de milhares de trabalhadores de saúde".

Vacinas

Mais de 200 mil voluntários na Nigéria ajudaram a vacinar 45 milhões de crianças menores de cinco anos, o que garantiu que nenhuma sofresse de paralisia.
Segundo a OMS, os esforços mundiais para erradicar a pólio de todas as nações foram intensificados há 25 anos. Agora, os trabalhos continuam para Afeganistão e Paquistão também sejam declarados livres do vírus.

 

Fonte: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York

 

 

Voltar à pagina inicial

Outras notíciasarrow-2