Acesso à informação #CopaDasCopas

Quem somos

bio-manguinhos-fiocruz-quem-somos-cipbrO Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) é a unidade da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) responsável pelo desenvolvimento tecnológico e pela produção de vacinas, reativos e biofármacos voltados para atender prioritariamente às demandas da saúde pública nacional. O Complexo Tecnológico de Vacinas (CTV) do Instituto, um dos maiores e mais modernos centros de produção da América Latina, instalado no campus da Fiocruz, garante a autossuficiência em vacinas essenciais para o calendário básico de imunização do Ministério da Saúde (MS).

Fundado em 1976, Bio-Manguinhos tem atuação destacada no cenário internacional, não só pela exportação do excedente de sua produção para mais de 70 países, através da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e do Unicef. Desde 2001, o Instituto é pré-qualificado junto à Organização Mundial da Saúde (OMS) para o fornecimento da vacina febre amarela e, em 2008, para a vacina meningocócica AC para agências das Nações Unidas. As ações conjuntas não se restringem ao fornecimento de medicamentos para os programas de saúde internacionais, englobam intercâmbio de experiências e informações, eventos técnico-científicos, parcerias e cooperação.

As competências de Bio-Manguinhos vão além da produção de imunobiológicos. O investimento contínuo na cadeia de inovação e em desenvolvimento tecnológico é outra marca do Instituto, assim como o domínio de tecnologias de ponta e avançados processos de produção. Parcerias com outras instituições - públicas e privadas - garantem acordos de transferência de tecnologia e de desenvolvimento tecnológico, contribuindo para a evolução dos projetos do Instituto. O cumprimento dos requerimentos de Boas Práticas de Fabricação (BPF) assim como a certificação de qualidade de seus laboratórios fazem do Instituto um importante agente para a melhoria da saúde pública do país.

bio-fiocruz-quem-somos-prodCom a crescente modernização de seu parque industrial, o número de vacinas entregue para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do MS aumenta anualmente. Em 2015, Bio atendeu à 32,9% do mercado público nacional de vacinas, incluindo fornecedores internacionais, e 39,27% considerando apenas os produtores nacionais. O Instituto entregou quase 81 milhões de doses de vacinas. Foram entregues quase 11 milhões de frascos de biofármacos e 5,7 milhões de reativos para diagnóstico. Os produtos de Bio-Manguinhos garantem à população brasileira acesso gratuito a imunobiológicos de alta tecnologia e permitem a redução dos gastos do Ministério da Saúde.

Para manter o nível de excelência, o investimento na ampliação e modernização da infraestrutura é constante. A readequação e expansão das áreas físicas é parte integrante do processo de inovação que se implementa em Bio-Manguinhos, assim como a aquisição e a manutenção de equipamentos.

O investimento se estende também à capacitação do seu corpo de trabalhadores, seja através do Mestrado Profissional em Tecnologia de Imunobiológicos (MPTI); do Curso de Formação de Inspetores em Biossegurança da Saúde; ou do Programa Anual de Treinamento. Além de conhecimento, o Instituto oferece qualidade de vida. Um programa voltado para o bem-estar físico e mental dos colaboradores disponibiliza 13 atividades que podem ser usufruídas na unidade.

Não são apenas os funcionários que se beneficiam das ações oferecidas por Bio-Manguinhos. Desde 2008, através da sua Comissão de Responsabilidade Socioambiental (Somar), 480 jovens das áreas vizinhas já foram atendidos pelo projeto Crescendo com Manguinhos. O atendimento inclui também os seus responsáveis. Os participantes têm acesso a oficinas educativas, aulas de informática e de música, acesso à biblioteca, reforço escolar e ações de saúde integral.

Para que essa seja a atual realidade de Bio-Manguinhos, cerca de 1,6 mil funcionários, dentre servidores públicos, terceirizados e bolsistas, trabalham no Instituto para mantê-lo como referência na área da saúde pública, desempenhando um papel estratégico para o Brasil. Sua posição destacada no mercado legitima suas ações e solidifica um futuro ainda mais promissor.

 

Veja algumas imagens do campus da Fiocruz, onde está Bio-Manguinhosarrow

Castelo da FiocruzCentro Integrado de Protótipos, Biofármacos e Reativos para DiganósticoPavilhão Rocha LimaCentro Tecnologico Konosuke FukaiPavilhão Henrique AragãoDesenvolvimento (Foto: Peter Ilicciev)
Laboratório do Centro de Produção de Antígenos BacterianosLaboratório do Centro de Produção de Antígenos Virais Laboratório do Centro de Processamento Final (Foto: Peter Ilicciev)Produção de biofármacosVacinação infantilTeste para diagnóstico de doença

 

Dados de março de 2017.

arrow-2arrow-2 voltar à pagina inicial