Acesso à informação #CopaDasCopas

Crescimento Institucional

crescimento-institucional1Bio-Manguinhos é uma instituição em constante crescimento e transformação. Nos últimos anos, este movimento se intensificou. Com 23 produtos em seu portfólio – dentre vacinas, reativos para diagnóstico e biofármacos –, a unidade vem ampliando sua infraestrutura, ao mesmo tempo em que busca estabelecer um novo modelo jurídico e tornar realidade a Companhia Brasileira de Biotecnologia em Saúde (Bio-Manguinhos/Fiocruz). Com o esforço de 1.550 colaboradores e equipes dedicadas a estes projetos, Bio vem buscando soluções para atender integralmente as crescentes demandas do Ministério da Saúde e reforçar o seu papel de agente estratégico no âmbito da saúde pública nacional.

 

 

 

crescimento-institucionalCampus Manguinhos (RJ) arrow

Para manter o nível de excelência, o investimento na ampliação e modernização da infraestrutura é constante. A readequação e expansão das áreas físicas é parte integrante do processo de inovação que se implementa em Bio-Manguinhos, assim como a aquisição e a manutenção de equipamentos.



Saiba mais arrow-1arrow-1  

 

crescimento-institucional3

Campus Santa Cruz (RJ) arrow

Ocupando uma área de 580 mil m², o Novo Centro de Processamento Final (NCPFI) vai produzir de 100 a 120 milhões de frascos de vacinas e biofármacos por ano. O projeto contempla a definição do Plano Diretor do Campus de Santa Cruz e embute um conceito de flexibilidade, possibilitando a ampliação dos prédios que estão sendo projetados e reservando espaços para construção de novos, seja para novas linhas de produção, seja para áreas de utilidades, apoio e serviço.


Saiba mais arrow-1arrow-1 

 

bio-ceara-4

Campus Eusébio (CE) arrow

Alinhado à política de desconcentração do desenvolvimento tecnológico e à expansão nacional da Fiocruz, que está implantando um novo campus no Ceará, localizado no Polo Tecnológico Industrial da Saúde (PTIS), no município de Eusébio, Bio implantará uma nova unidade no local, sendo a primeira planta industrial do Instituto fora do estado do Rio. A área será dedicada a tecnologias baseadas em plataforma vegetal.

Saiba mais arrow-1arrow-1